Saudades da família

presenteQuem mora longe de casa sabe que a saudade é de matar. Saudade de tudo: da família, da casa, dos amigos, dos cachorros, plantas, bares favoritos … enfim, tudo. Dá saudade de tudo o que é bom. Como lidar? Não sei, ainda não descobri. Por enquanto, vou vivendo. Procuro descobrir sempre coisas novas, fazer amizades, criar raízes.

O foda é voltar pra casa. Passei 3 dias com a família no Rio e voltar foi um sofrimento. É muito ruim ter que entrar no carro/ônibus/avião e seguir para casa. É ruim não ter tempo de fazer tudo o que se quer, de ver todos os amigos, de aproveitar 100% da cidade. Três dias é tempo de menos. Dá só pra dar um gostinho de quero mais. Well voltou pra casa com essa mesma sensação. Foi ótimo, mas foi pouco.

E agora? Bem, agora é abraçar com força a nova realidade e aguardar a próxima oportunidade de estar perto daqueles que amamos.

Blog Action Day: desigualdade

155x250bad14bloggerbadge

Este é o selo do Blog Action Day, um evento anual que acontece desde 2007 e promove, em todo o mundo, através de blogs, temas para discussão. Este ano o evento será no dia 16 de outubro e o tema será Inequality. Ou seja, neste dia é preciso escrever sobre a desigualdade. O objetivo é claro: refletir sobre as desigualdade no mundo. O que podemos fazer para mudar essa realidade?

Mas não precisamos pensar apenas nas desigualdades do mundo. Este tema é bem fácil de ser tratado né, ao menos aqui no Brasil. O que mais temos é desigualdade, basta olhar para o lado. E não precisa ser apenas a desigualdade financeira, muitas vezes a desigualdade está na nossa casa, no ambiente de trabalho, no prédio onde moramos. Temos todos as mesmas condições de trabalho? As mesmas condições de estudo? Precisamos ficar atentos e tentar combater todos os níveis de desigualdade. Afinal, somos ou não todos iguais?

Bicho Pegando

sp

O bicho está pegando hoje no centro de SP por causa de uma reintegração de posse. Tem até ônibus incendiado. A família ligou logo cedo para saber como estou, mas, graças a Deus, passo longe daquela região. Tudo calmo aqui no Itaim Bibi. Aliás, hoje, terça-feira, a única coisa que agita o bairro é a feira livre. Isso mesmo, a feira livre é um sucesso aqui no Itaim. Acredite, muitos engravatados trocam seus almoços em restaurantes caros da região pela barraca de pastel.

Paulista ama pastel de feira. Eu tb gosto, mas eles amam. Parece que estão comendo a melhor refeição do mundo. Sério, dá um estudo antropológico. Outro dia fui almoçar lá, claro, para ver como era o tal pastel (igual a todos os outros) e tinha um grupo de engravatados apostando para ver quem comia mais pastel. Não sei quem ganhou, mas quando fui embora o placar estava 7 a 6 para um deles. Coisas de paulistas.

O sindicato e os jornalistas

Está rolando o maior rebuliço nas redes sociais com um tal abaixo-assinado que pede a renúncia da presidente do Sindicato dos Jornalistas do Rio. Mas, olha, já li tanta coisa a respeito que não sei mais o que pensar. Tudo o que sei é que conheço a Paula Máiran e a considero uma das poucas e boas jornalistas. Uma pessoa humana, lúcida e que sempre se checou de boas fontes e informações. Também conheço alguns dos jornalistas que pedem a renúncia da Paula. São gente boa, bons profissionais, dedicados e talentosos. 

Dito isso, não vou ‘tomar partido’ de nenhum dos lados. Estou apenas cansada de muito bafafá.