Dia de rezar….

…. Hoje é dia de rezar pela avó da minha grande amiga Karla. Ela está sendo operada. Vamos torcer.

Anúncios

Outro email errado.. parte 58734

Hj recebi uma foto com a seguinte mensagem:

“Meu sentimento por você realmente parece não ter explicação, por isso junto todas as minhas forças e do fundo do meu coração peço desculpas se te machuquei, se te entristeci ,se fiz você chorar e até mesmo perder a confiança em mim. Estou muito arrependida pela minha atitude e prometo jamais te magoar outra vez…PERDÃO, PERDÃO ,PERDÃO…Você é tudo que tenho, é o ar que eu necessito para respirar, é o amor que necessito para viver… Te amo mais que tudo na vida….. Te amo pra sempre…”

Nem preciso dizer que não era pra mim né. Na boa, tá ficando divertido rs.

Mais uma história bizarra….

… dessa vez o sujeito principal é um editor aqui do jornal. Ele me contou que qdo se separou começou a namorar uma “gostosa do tipo troféu”. Como ela não gostava da barba dele o cara se depilou com cera quente por três vezes. Disse que fazia de tudo pela mulher pq sabia que ela era muita areia para o caminhão dele (nem vou comentar esta frase babaca, mas ok, já dei um puxão de orelha nele). Depois o romance acabou e ele percebeu que estava comentendo um ato insano.

Na boa, eu que sou mulher corro da cera quente. O cara tá maluco??? Passar cera quente na cara??? Louco !!!!!

Hoje..

… recebi um mail do meu ex-marido. Ele comentava uma matéria que eu fiz, elogiava e tal. Na verdade, ele queria saber o que minha psicóloga tinha achado das coisas que falamos no nosso último almoço. Não consigo ser uma pessoa contida e minha resposta foi gigantesca. Não cabe aqui colocar tudo. Mas, como uma amiga ressaltou, alguns conceitos da minha resposta são interessantes. São estes:

“Sim, a conversa com a terapeuta rendeu. Sempre rende. Por isso acho que vc deveria fazer uma terapia também, é muito válido. Descobri coisas sobre mim impressionantes, que simplesmente passavam desapercebidas. Tenho um novo olhar sobre a vida, minhas decisões, escolhas.. foi uma surpresa. Sempre achei que eu não precisava de terapia, mas estava completamente enganada. Estou mais madura. Sei o limite das minhas ações, sei medir melhor suas conseqüências para mim e para os outros.

Sério, tenho selecionado mais as pessoas com quem me relaciono. Se vislumbro algumas características não muito bacanas… pulo fora antes de me apaixonar e quebrar a cara. Isso pode ser visto como medo, é verdade, mas quem não tem medo de quebrar a cara de novo? Eu tenho e me esforço para não me deixar paralisar.

Sério.. tivemos nossos problemas durante o namoro, terminamos e voltamos algumas vezes (por motivos variados e que não precisam ser mais lembrados), mas uma coisa é fato: me entreguei ao nosso casamento completamente comprometida com o amor e fidelidade como jamais me comprometi antes na vida. Me dediquei com todo o coração, não tive medo de nada. Fiz planos ambiciosos e, provavelmente, este foi meu maior erro. Fiz planos sozinhas, quando deveria ter compartilhado os mesmos sonhos que vc. Estávamos em completo descompasso, com quereres distintos e isso é fatal para qualquer relação.

Eu me sentia plena, feliz, realizada e sequer percebi que vc estava em outra. Por isso sofri tanto quando percebi que meus sonhos tinham ido por água abaixo. Sério, a impressão que tive é que vc tinha pego minha lista de sonhos e realizações, amassado e jogado pela janela. O vento levou todos embora. Tenho me esforçado para não cair de novo nesta armadilha. É difícil pra caralho, uma missão quase que impossível, mas estou me esforçando e sei que vou conseguir.

Agora, tento construir outros sonhos, até porque quem não sonha não vive, eu acho, mas meus sonhos são mais modestos e dependem exclusivamente de mim. Não deposito no outro minhas fantasias, meus quereres.”

Preparativos…

…. já falei da festa.. agora vou falar dos preparativos. Arrumar o vestido foi uma loucura. Sábado, às 8h30 estava na costureira acertando a bainha. Ficou lindo, modéstia à parte.

à tarde foi a vez do salão de beleza. Sim, fui ao salão, pelo menos uma vez no ano a gente tem que meter a mão no bolso e caprichar no visual. A festa e a amiga mereciam.

Bem, na verdade este post é só pra comentar do cabeleireiro/maquiador. Ele era uma figura. Sério. Lá pelas tantas ele disparou: “Agora é só rezar para a Nossa Senhora dos Cachos e torcer para seu cabelo ficar cacheadinho” Se vc fosse eu, o que pensaria? Pensei o seguinte “Como assim? To gastando os tubos e o cara não sabe se vai ficar bom? Que merda !” No fim, ficou bom. Claro que, como meu cabelo é bom (metidaaaa, to gastando né) os cachos caíram. Mas já era 2 da matina, já tinha bebido horrores e tal… vcs já sabem.

O maluco, ou maluca (nunca se sabe o sexo destas pessoas), se redimiu na hora da maquiagem. Ele disse que meus olhos são lindos, elogiou minha sobrancelha e… ainda disse que meus cílios são maravilhoso, longos, cheios e que muitas mulheres matariam para ter cílios assim. Disse ainda que algumas colocam implante nos cílios. Saí de lá me achando né.. com toda razão !!!

Dor no corpo… felicidade !

…. meu corpo dói. Parece que malhei horas a fio. Mas não, devo estar assim pela minha performance no casamento da Mariana e do Fábio. Sério, bebi muito prossecco, bebi demais. Dancei loucamente. Me acabei no funk. Acredite, não to brincando. Fui ao chão, chão, chão, várias vezes. E de salto.

Rodei de mãos dadas com um amigo. Sabe do que estou falando né? Daquela brincadeira de crianças de dar as mãos e ficar rodando até um cair para o lado. No nosso caso decidimos parar antes do mico e ficamos agarrados um tempo, doidos, tontos, um se apoiando no outro.

Sambei, dancei rock, bebi mais prossecco. Invadimos a grama. O segurança nos tirou de lá. Minha irmã caçula, Vanessa, que sempre foi de encher o pote. Ficava me regulando. Toda hora aparecia com um copo de refrigerante. Queria porque queria que eu largasse a taça. mas não larguei. Ou melhor, larguei depois que me agarrei com um gatinho, amigo do noivo. Mas foi por um bom motivo né.

Quando o gatinho foi pra casa, já no fim da festa, fui procurar minhas amigas e minha irmã. Estavam todas no carro comigo. Achei as amigas, mas uma delas… nada. Quarenta minutos depois de fofoca na mesa e nada. Gabi, preocupada, foi ao banheiro. Voltou mais preocupada. Nossa amiga estava trancada em uma das portinhas e não respondia.

A mulherada em peso rumou para o banheiro. Chegamos lá, berramos, batemos na porta e… depois de um tempinho ela reuniu forças e abriu a portinha. Sério, a gente ria tanto que nem conseguia ajudar. Ela estava sentada na privada dormindo. E com as calcinhas arriadas. Ela ficou lá por quase uma hora. Sensacional. Foi super divertido.

Bem, voltando à festa. Estava tudo lindo. A noiva pensou em todos os detalhes. Para se ter idéia, qdo o manobrista entregou o carro tinha um recadinho, um marcador de livro preso no retrovisor, um verso de Mário Quintana e o agradecimento dos noivos. Uma coisa fofa, um cuidado extremo. A decoração era primorosa, muitas flores, velas. O arranjo das mesas. A comida, a bebida e, claro, o vestido da noiva. Era lindo. Depois vou colocar umas fotos no orkut. Quem for curioso pode dar uma espiada.

Esporro

Hj tomei esporro da minha amiga Karla. Ela reclamou que não to atualizando o blog devidamente. Ela está certíssima em reclamar. Mas minha ausência tem um motivo: mudanças.

Sim, mudei de casa, finalmente! Está tudo bagunçado, revirado. São caixas e mais caixas espalhadas. Para vc, leitor, ter idéia, só hj pela manhã achei meu computador. Passei o fim de semana triste, até chorei, pensando que jamais veria minha máquina.

Dormi até no sofá. Estava tão incomodada que não conseguia parar na cama. Ficava pensando nos textos que ali estão, em como não tenho backup deles. Prometi que, caso o computador aparecesse, eu iria publicar todos. Causarei uma certa polêmica, é verdade. Mas decidi colocar na roda, tornar público. Assim, caso algo perca a máquina terei os textos preservados, na rede, intactos e ao alcance do google.

Encaixotada….

…. hj estou encaixotada. Ou melhor, minhas coisas estão. Todas. Minha mudança partiu hj. Estou no trabalho e minha mãe tá me dando uma força, coordenando os homens. São uns 10, é muita gente. Impressionante.

Isso significa dizer que qdo sair do trabalho terei outra casa, outro rumo. Tenho que me acostumar com isso. Sem contar que terei muitas caixas espalhadas pela casa. Se quiser, por exemplo, uma calcinha limpa.. não sei onde está. Isso não quer dizer que não vou trocar a calcinha hj, que isso fique bem claro. Isso significa que minha casa, que está revirada, vai ficar pior pq hj à noite vou abrir várias caixas em busca de roupas de night, calcinha, sapatos,…

Fofoca, baygon, samba, trabalho… de tudo um pouco

Caraca, tenho muitas fofocas, muitos posts para o blog, mas to sem tempo. Sério, to ralando demais. Ontem, feriado de Zumbi, trabalhei 12 horas. Tudo bem que sou menina esperta e sugeri pauta praia/samba, mas ralei muiiiito.

Enfim, como sou filha de Deus saí do jornal e fui encontrar uns amigos no Baixo Gávea. Lá, ouvi muitas histórias divertidas, bizarras e vi uma verdadeira fauna. Certamente nosso garçom se divertiu muito. Acho que por isso ele sempre demorava na nossa mesa… Descobri, por exemplo, que uma amiga saía com um cara que toma mingau pela manhã. Na booooaaaa !!! Ele é criança??? O cara nunca ouviu falar de café? Suco?

Outra me contou uma trama louca. Resumindo, o maluco com quem ela saía, há 6 meses, mudou de emprego, ficou sem grana e a levou a um motel mega barato, muito chulepa mesmo. A ponto de ter que pagar adiantado e tal.. não vale a pena comentar muito. Só para se ter uma idéia, ela teve que passar por ferragens na garagem para chegar ao quarto. foda né, ou melhor ,não foi foda pq ela não deu para ele ali, óbeveo!!!

Tb tomei conhecimento de um cara que usa aqueles dreads no cabelo e que foi ao médico pq estava sentindo muita coceira…. detalhe: o médico encontrou várias baratinhas naquele emaranhado que o maluco sustentava na cabeça. Que nojo !!!! Por isso que não saio com este tipo de gente. To fora. Não quero pegar piolho, muito menos conviver com baratas. Na boa, lavo minha cabeleira todo dia, jamais fico uma semana sem enfiar a cabeça debaixo d´água (como algumas mulheres fazem para manter a escova). Enfim, o cara teve que raspar o cabelo. Era isso ou baygon na cabeleira. Ninguém merece !!!!

Claro, tomei aquele esporro do meu amigo João Marcelo. Ele é um fofo, vive me dando apoio, e me deu tb vários toques. Prometo que vou levar a sério e manter minha palavra. Vida nova!

Hoje….

…. estou cachorra. Sei lá, acordei assim. Talvez a noite de ontem na casa de uma amiga tenha me deixado animadinha… enfim, pluguei meu IPod no rádio do carro e vim pro plantão de feriado ouvindo só pancadão. Muito bom. cheguei animada.

Entre as músicas que ouvi está Promiscuous Girl. Sinceramente, se eu e meu PA (ou ex-PA, ainda não sei) tivéssemos uma música de casal seria esta. Dá uma sacada, é perfeita (Tem uma legendinha básica pq a Nelly canta com o Tim, ok). Espero que ele não leia este blog…Bem, eu já cantei isso pra ele durante uma festa, não sei se ele lembra, nem se sacou o que eu dizia… :

[T = Timbaland]
[N = Nelly Furtado]

N: Do I turn you off?

T: Nope

N: Didn’t think so

T: How you doin’ young lady
That feelin’ that you givin’ really drives me crazy
You don’t havet a play about the joke
I was at a loss of words first time that we spoke

N: Looking for a girl that’ll treat you right
You lookin’ for her in the day time with the light

T: You might be the type if i play my cards right
I’ll find out by the end of the night

N: You expect me to just let you hit it
But will you still respect me if you get it

T: All i can do is try, gimme one chance
What’s the problem i don’t see no ring on your hand
I be the first to admit it,
I’m curious about you, you seem so innocent

N: You wanna get in my world, get lost in it
Boy i’m tired of running, lets walk for a minute

T: Promiscuous girl
Wherever you are
I’m all alone
And it’s you that I want

N: Promiscuous boy
You already know
That i’m all yours
What you waiting for?

T: Promiscuous girl
You’re teasing me
You know what I want
And I got what you need

N: Promiscuous boy
Let’s get to the point
Cause we’re on a roll
Are you ready?

N: Roses are red
Some diamonds are blue
Chivalry is dead
But you’re still kinda cute

T: Hey! I can’t keep my mind off you
Where you at, do you mind if I come through

N: I’m out of this world come with me to my planet
Get you on my level do you think that you can handle it?

T: They call me thomas
Last name crown
Recognize game
I’m a lay mine’s down

N: I’m a big girl
I can handle myself
But if i get lonely i’ma need your help
Pay attention to me i don’t talk for my health

T: I want you on my team
N: So does everybody else.

T:Baby we can keep it on the low
Let your guard down ain’t nobody gotta know
If you with it girl i know a place we can go

N: What kind of girl do you take me for?

T: Promiscuous girl
Wherever you are
I’m all alone
And it’s you that I want

N: Promiscuous boy
You already know
That i’m all yours
What you waiting for?

T: Promiscuous girl
You’re teasing me
You know what I want
And I got what you need

N: Promiscuous boy
Let’s get to the point
Cause we’re on a roll
Are you ready?

T: Don’t be mad, don’t get mean
N: Don’t get mad, don’t be mean
T: Hey! don’t be mad, don’t get mean
N: Don’t get mad, don’t be mean

T: Wait! i don’t mean no harm
I can see you with my t-shirt on

N: I can see you with nothing on
Feeling on me before you bring that on

T: Bring that on?
N: You know what i mean

T: Girl, i’m a freak you shouldn’t say those things
N: I’m only trying to get inside your brain
To see if you can work me the way you say

T: It’s okay, it’s alright
I got something that you gon’ like

N: Hey is that the truth or are you talking trash
Is your game M.V.P. like steve nash

T: Promiscuous girl
Wherever you are
I’m all alone
And its you that I want

N: Promiscuous boy
I’m calling your name
But you’re driving me crazy
The way you’re making me wait

T: Promiscuous girl
You’re teasing me
You know what I want
And i got what you need

N: Promiscuous boy
We’re one in the same
So we don’t gotta play games no more

Passado…

….ontem assisti ao filme O Passado. Além de sair do cinema com vontade de transar com o maravilhoso Gael Garcia Bernal (nem preciso explicar o pq né, o cara manda bem em todos os sentidos), saí convicta de que as mulheres são loucas, em definitivo.

Na boa, existem de fato mulheres como aquelas. Um bando de loucas, se bobear, conheço algumas. Se vc não viu o filme, pare de ler aqui rs. Pois bem, que mulheres são aquelas que se uniram em uma seita para trazerem seus homens perdidos de volta? Elas acreditam que se infernizarem a vida do cara ele volta, mesmo que só para uma transa. Que tipo de troféu é este? Que doença!

E como a vida do cara mudou hein. Caraca.. e eu achando que minha vida que era louca. Não chega nem perto.

O filme é bem bacana. Vale a pena !

Pelo telefone..

…. não vou escrever de nenhum samba, mas de um momento bizarro-engraçado que protagonizei hj. Cheguei no jornal às 10h já naquela correria: tinha um incêndio acontecendo, nenhum fotógrafo, nenhumc arro no jornal. Pânico total. Peguei a listagem de celulares de quem deveria estar trabalhando hj. Liguei para o primeiro motorista, mas ele estava em Jacarepaguá.

Liguei para o segundo da lista: “Queria falar com o Cesar”. “é engano”, ouvi. Achei que tinha discado errado e fiz nova tentativa. “Queria falar com o Cesar”. “Eu já disse que é engano”. Aí, eu disparei: “Sim, mas o telefone que tenho dele é este. Ele deveria estar no plantão. Vou ficar ligando o dia inteiro até ele atender” E desliguei. Bizarro, sim, engraçado sim. Mas fiz isso pq os próprios motoristas já me disseram que pedem para outras pessoas atenderem e dizer que é engano.

O problema é que alguns minutos depois descobri que o tel da listagem estava errado. Muito mico. Deveria ligar e pedir desculpas? ou passar o dia ligando para o Cesar fake?

Silêncio….

…. por vezes, o melhor que temos a fazer é calar. Sim, o silêncio é revelador. Os atos também. E, pode parecer bobeira, mas é em cima de pequenos detalhes que decido minha vida. Os grandes atos são lindos, bonitos, majestosos, mas é na miudeza que se esconde a verdade. Num olhar, na palavra não dita, na expressão do rosto.

Sinto, sem saber como explicar direito, o que se passa ao meu redor. Nas últimas horas tive uma experiência, como definir, por assim dizer, bem reveladora. Provavelmente a pessoa que me abriu os olhos não tem idéia de como fez isso. Só sei que revivi sentimentos ruins, tive frio, vontade de vomitar, passei mal mesmo. O motivo é banal, nem vale a pena comentar aqui, mas seu significado foi de enorme importância para mim. É chegada a hora de seguir em frente, tocar o barco. Entenda o que quiser.. nestas horas fico feliz em ter estudado semiótica, a arte dos sinais.

Sim, eu já fui cega na leitura de sinais, todos somos quando queremos, não? Mas chega uma hora em que a gente fica esperta e decide não mais repetir erros, padrões. Sim, é doloroso pra caralho, ninguém tem como medir o que se passa dentro de mim.

Tenho uma amiga, que passou por algo semelhante dias destes, que talvez saiba, ou tenha alguma idéia, do que sinto. Sim,e stou falando de dor de amor, se é que vc ainda não sacou (rs). Pois bem, esta noite tive a certeza de que não posso mais continuar uma relação. Pq? Simples, pq estou sofrendo. Sei que já escrevi que não há amor se dor e tal… mas não quero passar por isso agora, não neste momento.

Pode me chamar de fraca, covarde, o que for… mas desisto. Sim, estou saindo de campo, recolhendo as armas. Estou optando pelo caminho seguro: o da solidão. Sim, pq qq relação, por mais banal que possa parecer, implica em riscos, incertezas. Já se estiver só… não estarei exposta.

Pode me criticar, eu entendo. Acho até que quem o fizer estará com a razão. Mas, sinceramente, razão é a última coisa que quero ter neste momento da minha vida. Quero agir de forma impulsiva mesmo e me preservar. É ruim, mas, ao mesmo tempo, é libertador. Prometo que vou tentar me livrar de uma ou outra escravidão, vou me esforçar. Me preparar para 2008 de peito aberto…

Dia de plantão….

…. é dia de post. Sim, a criatividade aflora. Nem sempre coisas boas, é verdade, mas dá pra se divertir, não? Além do blog, hoje já atualizei meu perfil no Orkut, deixei uns recados para umas amigas, li todos os e-mails, jornais… dia de colocar a leitura e as bobagens em dia. É isso. Bom sábado pra vc.

Sonhos altos….

…. diz meu horóscopo da Folha de hj: “Seu regente Mercúrio forma hoje ótimo aspecto com Saturno que está em seu signo, representando a chance de somar diligencia com profundidade, raciocínio pratico com estratégia de longo prazo. Por isso vale a pena aproveitar uma parte do dia para fazer planos ambiciosos. Lua, Júpiter e Vênus animam cena amorosa a noite.”

Pois bem.. lá vão meus planos ambiciosos:
um jatinho, um apartamento na Vieira Souto, uma casa em Bali, ganahr na loteria e o básico: um homem rico, bonito, fiel, carinhoso, divertido, inteligente e bom de cama !!! Só isso !!!!

Não dá….

…. definitivamente não dá pra estar de plantão sábado pela manhã no jornal ouvindo músicas de crente. Na boa, nada contra qq religião. eu tenho a minha e vc, provavelmente tb tem. O foda é que a faxineira do jornal está, há uns 30 minutos, limpando a redação e ouvindo música alto. Isso é uma falta de respeito e companheirismo.

De onde vem o som? Do celular da moça. To até com dor de cabeça. Isso sem contar que lá pela terceira canção ouvi uns gritos de criança. Perguntei o que era e ela disse: “é a minha filha. Ela gritou enquanto eu gravava” mas é óbeveo !!! a menina não deveria estar suportando ouvir estas músicas em casa. Deve ser uma criança de bom gosto !

Saudade e tempo

A relação saudade/tempo parece ser fácil, mas não o é. Engana-se quem pensa que a saudade só aumenta com o passar do tempo. Algumas coisas/pessoas não deixam saudades. O tempo passa e… nada. Já outras…. bem, estou escrevendo sobre isso pq ontem vi um filme (não lembro o nome, ok) fofo. Era uma comédia romântica bem açucarada a a mãe da família morria no final.

Nem preciso dizer que chorei a cântaros, torrencialmente mesmo, a ponto de ir dormir com o nariz completamente entupido. Chorei pelo filme? Não mané, mas pq ele me fez lembrar do meu pai. Sim, eu tinha 19 anos quando ele morreu, acho que já escrevi sobre isso por aqui. Mas não foi um choro de ausência apenas. Chorei por tudo, inclusive pelas inúmeras coisas que fiz durante todo este tempo de saudades.

Sim, constatei como minha vida mudou. Meu pai não me viu fazer 30, não tem idéia de como foi uma noite feliz pra mim (sim, acho que ele tem idéia). Não me viu entrar na faculdade, não soube do meu primeiro estágio na rádio, nem de quando fui trabalhar no JB, naquele prédio lá na Av. Brasil, sim, este era meu sonho (a gente se contenta com pouco né, rs). Perdeu muitas emoções.

Não me viu casar, não pode acompanhar o nascimento de minha sobrinha. Também não me viu sofrer a dor da separação. Não viu que já mudei de carro duas vezes, nem mesmo conheceu minhas casas. Também não sabe de todos os meus casinhos, de como vivi um ano louco, de entrega total à vida.

Ele não sabe o quanto gosto de viajar para o Nordeste, tampouco ouviu sobre minha incrível experiência de mergulhar em Fernando de Noronha ou voar de asa delta…. muitas coisas vividas por mim, perdidas por ele. Incrível né, mas chorei por tudo isso. Pq vivi coisas maravilhosas e meu pai não estava comigo. Isso é saudade. Uma saudade do que não tive, dos momentos não vividos. Dói, né?