Lindo !!!!

O texto abaixo foi roubado, descaradamente, do blob Vida em Páginas, que tem link aí ao lado. Concordo com cada palavra:

A média, o todo
A nota média serve para passar em tudo,
menos na prova da vida.
Nessa não passa.

Não se é feliz se for metade,
e nem se chora três lágrimas e meia
a dor de uma desgraça.

Não conheço o infeliz trinta por cento,
nem alguém que experimente o prazer sem desejar.

Semi-despido, um quase gozo,
pois somente meia taça
não faz ninguém se embriagar.

Não existe “eu te amo” sem o te.
Muito menos o eu, se não amo.

Não existe nós
sem ser inteiro,
se temos medo da sorte
ou de cometer algum engano.

E meu coração será de quem,
transpirando, me fizer transpirar.
Desejando, me fizer desejar,
e inteiramente me intime,
a pular de cabeça
no seu mar de amar.

Vamos…

…. combinar que este país está uma M mesmo… PQP ! Qdo o médico que deveria organizar os transplantes de órgãos no Rio cobra de R$ 200 mil a R$ 250 mil para furar a fila por um fígado… foda. Este cara tem mãe? Filho? Ele não deveria precisar da doação de algum órgão? Sei lá, juro que não desejo mal aos outros, a ninguém mesmo, mas dá vontade, lá no fundo, de que pessoas como este médico se fodam muito na vida, que tenham câncer de medula e várias metástases. Pq se há justiça divina, e acredito que há, este tipo de gente precisa pagar de alguma forma.

Hj cedo, qdo soube desta prisão, pensei na hora de outro caso que muito me intriga. Passei uma madrugada inteira conversando com uma colega de trabalho há duas semanas sobre o caso, sinistro por sinal. Pra mim, acontece o mesmo (ou similar) em outro órgão do Estado. Só nos faltam provas, indícios temos, e muitos. Tomara que a gente consiga.

Mas….

…. nem tudo é sacanagem. Recebi por e-mail umas fotos fofas da minha sobrinha linda vestida de Branca de Neve, de sapatos dourados e tudo. Gentem, esta menina se acha, como já publiquei aqui.

A semana tb foi de insights e de momentos decisivos (e olha que a semana ainda está na metade). Percebi, por exemplo, que meu maior defeito é tb minha maior qualidade: muita autoconfiança. Sim, parece estranho, mas ser muito confiante em si, nos seus talentos, desejos, pensamentos, realizações… pode ser uma merda. O ideal, como em tudo na vida, é encontrar o equilíbrio. Mas, na boa, onde ele está? Se vc achar me avisa? Jura? To em busca deste equilíbrio há um tempo… difícil….

… decidi tb deixar algumas coisas pra trás, tocar projetos antigos. Foi sofrido, admito. Largar mão de sonhos grandes e importantes não é tarefa fácil. Mas estou me desprendendo. Afinal, sempre ouvi que não dá para ter tudo na vida, que temos de escolher, blá, blá, blá… pois bem, estou escolhendo. Aliás, escolhi. Sofri. Passei a semana anterior bem introspectiva, pensativa e as pessoas que convivem comigo diariamente perceberam meu ar um tanto quanto estranho. Ainda estou assim, um pouco.

Se as coisas se encaminharem para onde desejo, os próximos dois anos da minha vida serão bárbaros, bem diferentes de tudo o que já vivi até agora. Estou confiante.

Nem…

…. adianta me desculpar pelo sumiço, eu sei que já disse que tenho trabalhado muito, e tenho mesmo, mas admito que tb sumi pelo cansaço das muitas atividades sociais (graças a Deus). Esta semana já rolou festinha na minha casa (com muitos e muitos momentos divertidos e revelações), encontro dos coleguinhas em um bar no Jardim Botânico e…. ainda tem mais.. uma extensa programação. Amanhã, por exemplo, Dia do Orgasmo, será o bota-fora de uma amiga que tá indo para o exterior. Vai rolar uma festinha para poucos do jornal na casa de outra amiga e já é certo que a brincadeira do “eu nunca” será temática. Sobre o que? Orgasmos, sexo, claro !!! Promete mais revelações…

…. e olha que isso vai ser difícil superar rs. Só pra vcs terem uma idéia vou contar uns causos rs. Na festinha na minha casa, por exemplo, revelaram desmaios durante a primeira noite de sexo, usos de drogas e até mesmo casos quase pedófilos rs. Pessoas bêbadas, sabe como é. Teve gente que vomitou no quarto, que quebrou copo, usou ecstasy ou mesmo que dormiu no sofá. De tudo um pouco e a imaginação e a língua… sabe como é… falou-se demais. O baloco acabou às 6h.

Ontem, no bar, não foi diferente. Vários, inclusive eu, claro, contaram experiências um tanto curiosas rs. Muito bom, muito divertido. Impagável. E isso pq não estou mencionando os momentos poéticos e filosóficos do grande Gazzaneo. Prometo postar ao longo da semana pérolas da sabedoria deste mago rs.

PQP

Foi só escrever que o jogo tava foda que o Palmeiras fez um gol. Acho que vou assistir ao Saia Justa pra ver se dá sorte. Aliás, depois do Saia Justa tá rolando no GNT reprise de Os Normais. Simplesmente sensacional rs. Já vivi várias daquelas situações, bem, eu e a torcida do flamengo que já conseguiu passar mais de cinco ou seis anos ao lado da mesma pessoa rs.

Sufoco!

Sim, está um sufoco assistir a este jogo Flamengo e Plameiras. Ufa! Aliás, esta situação que vivo agora era completamente impensada há uns três anos. Na época, só para se ter uma idéia, eu não torcia para time algum. Agora, sou flamenguista, claro rs.

Mas o fato improvável não é ter um time de futebol, mas estar sozinha, na minha casa e assistindo ao jogo. Impensável !!!!!!!!!! De fato ! Mas até que é bom, confesso rs.