Resoluções para 2009

1- Emagrecer
2- Correr uma meia maratona
3- Escrever e publicar, claro, um livro
4- Trabalhar menos e faturar mais
5- Me livrar de obrigações
6- Mandar algumas pessoas tomarem no cú (coisa que nunca fiz)
7- Fazer extritamente o que tenho vontade
8-Fazer novos amigos
9- Dar muitos beijos na boca
10 – Arrumar um namorado bacana

11- Poder descumprir qq um dos itens acima sem qq culpa rs

Adeus ano velho….

…. mais um ano vira a curva, se vai, assim, rápido mesmo. O que dizer sobre 2008? Já vai tarde. Não digo isso pq o ano tenha sido ruim,mas pq foi puxado. Trabalhei demais e isso foi mesmo, praticamente, tudo o que fiz. Não vejo a hora de brindar por 2009. Já tomei banho de mar hj, renovei minhas energias.. estou pronta. Que venha 2009 !!!

Valores…

O mundo está mesmo ao contrário e esqueceram de me avisar. Em uma semana (intervalo de tempo pequeno, vai), dois homens disseram coisas e tiveram atitudes bem surreais. Sei lá, perderam-se alguns valores e não sei, sinceramente, onde encontrá-los. Me sinto perdida…

A impressão que tenho é de que não há mais como confiar na humanidade. Estou perdendo minha fé nos outros. Não se faz mais homens como antigamente (nem mulheres). Fala-se de tudo abertamente, sem qualquer pudor.

Homens casados já não temem serem vistos em bares lotados com suas amantes. As mulheres, mesmo as que contratam detetives particulares, continuam com seus maridos traidores. Sim, surreal, pelo menos para mim.

Fiquei pensando: O que faz uma mulher contratar um detetive, descobrir que é traída e, mesmo assim, continuar casada? Ela contratou o cara na expectativa de amedrontar o marido? De mostrar para ele que está em alerta? Que não vai tolerar mais traição? Ela acredita mesmo nisso? Ele acredita nisso?

O que leva um homem traidor continuar um casamento com uma mulher que teve a coragem de contratar um detetive? Sei lá, teria medo desta mulher me matar qq dia. A base do casamento não é mais confiança??? Não quero um casamento assim. Aliás, abri mão de um casamento justamente para não passar por este tipo de situação. Não preciso disso, certo?

Pq estas mulheres se submetem? Para manterem a boa vida que os maridos oferecem? Para manter as aparências?

Pq estes homens se submetem a estas relações vazias? Sim, pq se ele precisa buscar algo fora de casa é porque algo está em débito. Sempre. Não há outra explicação. Pq o ser humano não se contenta mais com o que tem? Com o que lhe é oferecido? Sempre em busca de algo…

Por que tanto vazio? Muitas perguntas, eu sei. Mas elas são proporcionais às dúvidas que tenho.

Por que um homem que gosta de uma mulher, que diz que a adora, teme namorar com ela? Por que teme seus próprios sentimentos? Por que não tentar ser feliz?

Pra que tanto medo? Se der errado, vida que segue, não? Sei lá, não consigo entender estas pessoas que ficam paralisadas com o medo. Não é pior ficar parado vendo a vida passar? Sem poder de decisão?

Tem uma música do Paulinho da Viola que diz assim “Não sou eu quem me navega, quem me navega é o mar. É ele quem me carrega como quem fosse levar… ” Estranho não? Deixar levar-se assim, sem nada fazer… tentador, mas muito solto, muito fluido, muito prático demais…

Quer dizer que tudo o que der certo ou errado na minha vida não é minha culpa? Quer dizer que estou à deriva? Não me agrada esta idéia.

E o outro que diz: “Sou casado, qual o problema?”. Como assim qual o problema? Seria o compromisso firmado com sua mulher? A confiança que ela deposita em vc? Seria o problema vc querer transar com outra, falar sacanagens para outra, enquanto sua mulher está em outra cidade? Bem, para meus padrões são muitos os problemas. Bem, ok, acho que meus padrões estão fora de moda.

É isso ! Sou uma pessoa fora de moda. E olha que sempre achei que eu fosse pra frente. Não sou do tipo que acredita em fidelidade, que perdoaria um sexo casual, mas vai uma diferença enorrrrrrmmeeee para aceitar uma vida dupla.

Surpresas

A gente tá sempre se surpreendendo. Incrível isso. Em menos de três dias, dois telefonemas me deixaram feliz. O primeiro, na madrugada de sábado, era de um bêbado que muito me agrada. E vcs sabem, bêbado costuma falar o que sente, o que pensa, a verdade… nem sempre falam coisa com coisa, mas, quando o que falam tem alguma razão de ser é pq deve ser levado a sério. Enfim, o tal bêbado queria dizer (e disse) “Liguei só para dizer que eu também te adoro”. Claro que amei ouvir isso. Dormi muiiito melhor. Mais feliz.

A outra ligação foi só para marcar território mesmo. De uma pessoa que, segundo minha amiga Claudionor (que nunca erra em suas previsões) é minha alma gêmea. Claro que tive de ligar pra Cláudia em seguida e contar que tal fulano tinha ligado. Diz que pretende me ver na próxima semana,… a conferir.