Olha ti coisa fofa !!!

Eis Matheus, filho de Rose Marie. Este menino lindo vai arrasar muitos corações. Parabéns amiga !!!

30122008340

Anúncios

Resoluções para 2009

1- Emagrecer
2- Correr uma meia maratona
3- Escrever e publicar, claro, um livro
4- Trabalhar menos e faturar mais
5- Me livrar de obrigações
6- Mandar algumas pessoas tomarem no cú (coisa que nunca fiz)
7- Fazer extritamente o que tenho vontade
8-Fazer novos amigos
9- Dar muitos beijos na boca
10 – Arrumar um namorado bacana

11- Poder descumprir qq um dos itens acima sem qq culpa rs

Adeus ano velho….

…. mais um ano vira a curva, se vai, assim, rápido mesmo. O que dizer sobre 2008? Já vai tarde. Não digo isso pq o ano tenha sido ruim,mas pq foi puxado. Trabalhei demais e isso foi mesmo, praticamente, tudo o que fiz. Não vejo a hora de brindar por 2009. Já tomei banho de mar hj, renovei minhas energias.. estou pronta. Que venha 2009 !!!

Valores…

O mundo está mesmo ao contrário e esqueceram de me avisar. Em uma semana (intervalo de tempo pequeno, vai), dois homens disseram coisas e tiveram atitudes bem surreais. Sei lá, perderam-se alguns valores e não sei, sinceramente, onde encontrá-los. Me sinto perdida…

A impressão que tenho é de que não há mais como confiar na humanidade. Estou perdendo minha fé nos outros. Não se faz mais homens como antigamente (nem mulheres). Fala-se de tudo abertamente, sem qualquer pudor.

Homens casados já não temem serem vistos em bares lotados com suas amantes. As mulheres, mesmo as que contratam detetives particulares, continuam com seus maridos traidores. Sim, surreal, pelo menos para mim.

Fiquei pensando: O que faz uma mulher contratar um detetive, descobrir que é traída e, mesmo assim, continuar casada? Ela contratou o cara na expectativa de amedrontar o marido? De mostrar para ele que está em alerta? Que não vai tolerar mais traição? Ela acredita mesmo nisso? Ele acredita nisso?

O que leva um homem traidor continuar um casamento com uma mulher que teve a coragem de contratar um detetive? Sei lá, teria medo desta mulher me matar qq dia. A base do casamento não é mais confiança??? Não quero um casamento assim. Aliás, abri mão de um casamento justamente para não passar por este tipo de situação. Não preciso disso, certo?

Pq estas mulheres se submetem? Para manterem a boa vida que os maridos oferecem? Para manter as aparências?

Pq estes homens se submetem a estas relações vazias? Sim, pq se ele precisa buscar algo fora de casa é porque algo está em débito. Sempre. Não há outra explicação. Pq o ser humano não se contenta mais com o que tem? Com o que lhe é oferecido? Sempre em busca de algo…

Por que tanto vazio? Muitas perguntas, eu sei. Mas elas são proporcionais às dúvidas que tenho.

Por que um homem que gosta de uma mulher, que diz que a adora, teme namorar com ela? Por que teme seus próprios sentimentos? Por que não tentar ser feliz?

Pra que tanto medo? Se der errado, vida que segue, não? Sei lá, não consigo entender estas pessoas que ficam paralisadas com o medo. Não é pior ficar parado vendo a vida passar? Sem poder de decisão?

Tem uma música do Paulinho da Viola que diz assim “Não sou eu quem me navega, quem me navega é o mar. É ele quem me carrega como quem fosse levar… ” Estranho não? Deixar levar-se assim, sem nada fazer… tentador, mas muito solto, muito fluido, muito prático demais…

Quer dizer que tudo o que der certo ou errado na minha vida não é minha culpa? Quer dizer que estou à deriva? Não me agrada esta idéia.

E o outro que diz: “Sou casado, qual o problema?”. Como assim qual o problema? Seria o compromisso firmado com sua mulher? A confiança que ela deposita em vc? Seria o problema vc querer transar com outra, falar sacanagens para outra, enquanto sua mulher está em outra cidade? Bem, para meus padrões são muitos os problemas. Bem, ok, acho que meus padrões estão fora de moda.

É isso ! Sou uma pessoa fora de moda. E olha que sempre achei que eu fosse pra frente. Não sou do tipo que acredita em fidelidade, que perdoaria um sexo casual, mas vai uma diferença enorrrrrrmmeeee para aceitar uma vida dupla.

Surpresas

A gente tá sempre se surpreendendo. Incrível isso. Em menos de três dias, dois telefonemas me deixaram feliz. O primeiro, na madrugada de sábado, era de um bêbado que muito me agrada. E vcs sabem, bêbado costuma falar o que sente, o que pensa, a verdade… nem sempre falam coisa com coisa, mas, quando o que falam tem alguma razão de ser é pq deve ser levado a sério. Enfim, o tal bêbado queria dizer (e disse) “Liguei só para dizer que eu também te adoro”. Claro que amei ouvir isso. Dormi muiiito melhor. Mais feliz.

A outra ligação foi só para marcar território mesmo. De uma pessoa que, segundo minha amiga Claudionor (que nunca erra em suas previsões) é minha alma gêmea. Claro que tive de ligar pra Cláudia em seguida e contar que tal fulano tinha ligado. Diz que pretende me ver na próxima semana,… a conferir.

Roubado, descaradamente, do blog do Alberto Goldin, que acho foda, diga-se de passagem:

“Maldita diferença

Uma dos maiores mistérios humanos é o gozo feminino. Não há uma explicação clara por que certas mulheres conseguem dezenas de orgasmos, enquanto outras são absolutamente incapazes de gozar. Esse mistério desafia os homens. Alguns se assustam tanto que recorrem à impotência ou a ejaculação precoce para evitar o orgasmo feminino. Por que ele é tão assustador?

São razões diversas e particulares, estranhas, absurdas ou ilógicas. Se conseguirmos vencer nossa própria resistência a esses absurdos, seremos capazes de nos aproximar da questão. A mulher mostra sua superioridade no orgasmo. Conheci um homem que, toda vez que sentia a mulher começando a se excitar, identificava-se com ela e ejaculava. Na verdade queria, inconscientemente, ser mulher e esse era o modo de expressar tão estranho desejo.”

Muito bom…

“TUDO O QUE HOJE PRECISO REALMENTE SABER, APRENDI NO JARDIM DE INFÂNCIA”, de Robert Fulghum

Tudo o que hoje preciso realmente saber, sobre como viver, o que fazer e como ser, eu aprendi no jardim de infância.

A sabedoria não se encontrava no topo de um curso de pós-graduação, mas no montinho de areia da escola de todo dia.

Estas são as coisas que aprendi lá:

1. Compartilhe tudo.
2. Jogue dentro das regras.
3. Não bata nos outros.
4. Coloque as coisas de volta onde pegou.
5. Arrume sua bagunça.
6. Não pegue as coisas dos outros.
7. Peça desculpas quando machucar alguém.
8. Lave as mãos antes de comer.
9. Dê descarga. (esse é importante)
10. Biscoitos quentinhos e leite fazem bem para você.
11. Respeite o outro.
12. Leve uma vida equilibrada: aprenda um pouco, pense um pouco…desenhe…pinte…cante… dance… brinque… trabalhe um pouco todos os dias.
13. Tire uma soneca a tarde; (isso é muito bom)
14. Quando sair, cuidado com os carros.
15. Dê a mão e fique junto.
16. Repare nas maravilhas da vida.
17. O peixinho dourado, o hamster, o camundongo branco e até mesmo a sementinha no copinho plástico, todos morrem… nós também .
18. Agradeça a Deus antes de dormir (seja lá qual for sua crença)

Pegue qualquer um desses itens, coloque-os em termos mais adultos e sofisticados e aplique-os à sua vida familiar, ao seu trabalho, ao seu governo, ao seu mundo e ai verá como ele é verdadeiro claro e firme. Pense como o mundo seria melhor se todos nós, no mundo todo, tivéssemos biscoitos e leite todos os dias por volta das três da tarde e pudéssemos nos deitar com um cobertorzinho para uma soneca. Ou se todos os governos tivessem como regra básica devolver as coisas ao lugar em que elas se encontravam e arrumassem a bagunça ao sair. Ao sair para o mundo é sempre melhor darmos as mãos e ficarmos juntos .

“É necessário abrir os olhos e perceber que as coisas boas estão dentro de nós, onde os sentimentos não precisam de motivos nem os desejos de razão. O importante é aproveitar o momento e aprender sua duração, pois a vida está nos olhos de quem souber ver”.

Dúvida nem tão cruel assim..

Este texto de de Artur da Távola é perfeito para o dia de hoje. Será que tenho namorado??? rs

Quem não tem namorado é alguém que tirou férias remuneradas de si mesmo. Namorado é a mais difícil das conquistas. Difícil porque namorado de verdade é muito raro. Necessita de adivinhação, de pele, saliva, lágrima, nuvem, quindim, brisa ou filosofia. Paquera, gabira, flerte, caso, transa, envolvimento, até paixão é fácil. Mas namorado mesmo é muito difícil.

Namorado não precisa ser o mais bonito, mas ser aquele a quem se quer proteger e quando se chega ao lado dele a gente treme, sua frio, e quase desmaia pedindo proteção. A proteção dele não precisa ser parruda ou bandoleira: basta um olhar de compreensão ou mesmo de aflição.

Quem não tem namorado não é quem não tem amor: é quem não sabe o gosto de namorar. Se você tem três pretendentes, dois paqueras, um envolvimento, dois amantes e um esposo; mesmo assim pode não ter nenhum namorado. Não tem namorado quem não sabe o gosto da chuva, cinema, sessão das duas, medo do pai, sanduíche da padaria ou drible no trabalho.

Não tem namorado quem transa sem carinho, quem se acaricia sem vontade de virar lagartixa e quem ama sem alegria.

Não tem namorado quem faz pactos de amor apenas com a infelicidade. Namorar é fazer pactos com a felicidade, ainda que rápida, escondida, fugidia ou impossível de curar.

Não tem namorado quem não sabe dar o valor de mãos dadas, de carinho escondido na hora que passa o filme, da flor catada no muro e entregue de repente, de poesia de Fernando Pessoa, Vinícius de Moraes ou Chico Buarque, lida bem devagar, de gargalhada quando fala junto ou descobre a meia rasgada, de ânsia enorme de viajar junto para a Escócia, ou mesmo de metrô, bonde, nuvem, cavalo, tapete mágico ou foguete interplanetário.

Não tem namorado quem não gosta de dormir, fazer sesta abraçado, fazer compra junto. Não tem namorado quem não gosta de falar do próprio amor nem de ficar horas e horas olhando o mistério do outro dentro dos olhos dele; abobalhados de alegria pela lucidez do amor.

Não tem namorado quem não redescobre a criança e a do amado e vai com ela a parques, fliperamas, beira d’água, show do Milton Nascimento, bosques enluarados, ruas de sonhos ou musical da Metro.
Não tem namorado quem não tem música secreta com ele, quem não dedica livros, quem não recorta artigos, quem não se chateia com o fato de seu bem ser paquerado.

Não tem namorado quem ama sem gostar; quem gosta sem curtir quem curte sem aprofundar. Não tem namorado quem nunca sentiu o gosto de ser lembrado de repente no fim de semana, na madrugada ou meio-dia do dia de sol em plena praia cheia de rivais.

Não tem namorado quem ama sem se dedicar, quem namora sem brincar, quem vive cheio de obrigações; quem faz sexo sem esperar o outro ir junto com ele.

Não tem namorado que confunde solidão com ficar sozinho e em paz. Não tem namorado quem não fala sozinho, não ri de si mesmo e quem tem medo de ser afetivo.

Se você não tem namorado porque não descobriu que o amor é alegre e você vive pesando 200Kg de grilos e de medos. Ponha a saia mais leve, aquela de chita, e passeie de mãos dadas com o ar. Enfeite-se com margaridas e ternuras e escove a alma com leves fricções de esperança. De alma escovada e coração estouvado, saia do quintal de si mesma e descubra o próprio jardim.

Acorde com gosto de caqui e sorria lírios para quem passe debaixo de sua janela. Ponha intenção de quermesse em seus olhos e beba licor de contos de fada. Ande como se o chão estivesse repleto de sons de flauta e do céu descesse uma névoa de borboletas, cada qual trazendo uma pérola falante a dizer frases sutis e palavras de galanteio.

Se você não tem namorado é porque não enlouqueceu aquele pouquinho necessário para fazer a vida parar e, de repente, parecer que faz sentido.

OBA!!!!!!!!!!!!!

Olha o que li na internet “O galã inglês Jude Law está no Rio de Janeiro. O ator veio com seus três filhos e foi flagrado este sábado passeando por Ipanema, zona sul da cidade.”

Será que vou ter a chance de cruzar com este gato maravilhoso pela cidade? To indo pra rua A-GO-RA !!

Cesar Maia

OK Ok, não vou ficar falando sobre política. Mas tenho de contar que, na segunda passada, almocei com Cesar Maia. Fui com Paula Máiran, lá no Piranhão, fazer uma entrevista com o prefeito para a matéria que está circulando na edição especial de fim de semana do JB (hj e amanhã). Foram quase quatro horas de papo. O cara é foda. Foi muito atencioso, falou sobre tudo. Adimitiu que manipulou a imprensa, contou como criou os factóides, disse, inclusive, que a construção da Cidade da Música foi uma resposta à proibição na Justiça de trazer o Guggenhein para o Rio. Não deu pra colocar nem metade das coisas na entrevista. Na ediação de segunda, vou tentar colocar outras coisas que ficaram de fora.

Ficou de fora, por exemplo, que ele tem umas seis corujas, dois terços, um olho grego, duas figas, vários santinhos, entre outras coisas, em cima da mesa de trabalho. Isso é que é proteção contra uruca rs. Maia quebrou ainda mais de 15 palitos de dente entre os dedos enquanto conversávamos.

Foi um papo agradável e ele deve ter pensado que estava tudo dominado, que tinham mandado duas repórteres amáveis, fofas e bobas para entrevistá-lo. vcs precisavam ver a cara do prefeito quando, ao fim da entrevista, eu e Paula sacamos da pasta um relaório do TCM apontando que ele não conseguiu usar boa parte dos recursos federais disponíveis ao Rio. Ele nem sabia o que dizer. os números eram incontestáveis. Só nestes últimos quatro anos foram quase R$ 1,7 bilhão jogados fora. Grana que poderia ter sido investida na cidade maravilhosa e, por capricho, burocracia ou incompetência, não foi.

Vai lá na banca comprar !!!

Além….

… da retrospectiva individual de 2008, eu e minhas amigas passamos nossas vidas amorosas a limpo rs. Foi um exercício divertido. Eu, quase ganhei o troféu de história mais bizarra (ainda não foi publicada aqui, mas este ano eu dei umas beijocas, digamos assim, em uma pessoas bemmm famosa, bemmm conhecida em rede nacional. É jornalista. É homem. Apresenta, eventualmente, um jornal de repercussão nacional… não vou falar mais nada rs. Só para os íntimos rs). Enfim, esta era a história mais divertida e inusitada até que… uma amiga (que furou no almoço da mulherada) mandou um mail justificando sua ausência. É uma história muiiito a la Suzana Vieira. A pior, disparada, a mais divertida. rs Vou poupá-la do constangimento de ter o nome divulgado, mas, sorry, vou compartilhar esta divertida saga com os leitores. Lá vai:

“Conheci semana passada um cara (amigo de uma amiga minha) pelo msn, ficamos nos falando todos os dias, ele era um fofo, super gente boa, gato, gostoso, professor de tênis, gaúcho, tá morando aqui no Rio a 2 meses, sozinho…. daí sábado a noite a gente se falou e ele ia pra festa que rolou na Marina da Glória, “Branco Sireno” é uma puta festa alto nível, que só existe em SP e no sul. Eu fiquei com a maior vontade de ir, pq tava sozinha, sem nada pra fazer.
Aí falei com ele e a gente combinou de se encontrar em Ipanema mais tarde pra ir pra festa.

Encontrei com ele, fomos para um ap em Copa encontrar uma amiga dele e de lá ir p festa. Só que o detalhe é que eu ainda não tinha convite e a gente ia tentar comprar pra mim na hora.
Pegamos um mega trânsito para chegar na Marina, chegando lá ainda ficamos um tempão na fila de carros para conseguir entrar na Marina.
Conclusão, na espera da fila resolvemos não entrar mais na festa, vender o convite dele e ir pra algum outro lugar.
A tal amiga dele já estava lá na festa a muito, pq tinha ido em outro carro… Fomos para o Emporium em Ipanema, um bar horroroso, que só toca rock e só tem gente feia e bizarra. Só que ele amou o lugar pq ele só gosta de rock.
Me senti uma ET, pq as pessoas olhavam muito pra gente, eu tava toda produzida, de vestido brincão de ouro, saltão e ele todo sarado, playboy….rsrsr
Bom, encostamos no balcão e começamos a tomar whisky c red bull até as 6 da manhã, foi muito divertido, rimos muito!rsrsrsrs Bebemos R$200 em whisky, claro que ele pagou né!rsrsr
Só que até então a gente não tinha se pegado, eu tava achando que ele era viado.

Saímos do bar e ele começou a passar mal, vomitou no meio da rua e eu tava ali muito amiga dando apoio, como ele não tinha condições de voltar para o Recreio, onde mora, fui dirigindo o carro dele e fomos pra minha casa.
Daí fiz um chá, pq ele tava muito mal. Coloquei ele na minha cama pra dormir e deitamos. Só que a gente não conseguia dormir… ele foi tomar banho e depois eu tb, depois tentamos dormir e não conseguíamos, ficamos conversando…. ele veio em cima de mim e me beijou, ficamos na maior pegação, não transamos pq eu além de ficar com medo, estava menstruada!srsrsrsrrsrs

Ele me contou a vida toda dele: ele cheira coca, é amigo íntimo de todos os traficantes da cidade dele no sul, a família é milionária, os pais são juízes, ele tem 2 apartamentos em Punta Del Leste, tem pau fino e tava meia bomba e tem uma namorada na cidade dele!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Que roubada!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Foi uma pena tudo isso, pq realmente quem vê cara não vê coração, as aparências enganam muito!!!! Enfim essa foi minha aventura de sábado! detalhe ele saiu lá de casa as 14hs. Gente da pena do cara, pq vc olha pra ele e acha ele um Deus de tão bonito e gostoso…. mas quando bota o pinto pra fora… ninga merece!!!!rsrsrsrsrsrrs”

Vai dá pena da minha amiga não? Nem conseguiu dar umazinha e ainda teve de aguentar maluco brocha e bêbado. PQP.. ninguémmm merece.

Outra mensagem de amiga, desta vez, veio da Patríca..

Nesta época do ano o que mais pinta na nossa caixa de mensagens são, claro, mensagens desejando milhões de coisas maravilhosas para 2009. Umas são criativas, outras nem tanto. Há tb aqueles clássicos textos que rolam pela internet. Este, dizem ser do Jabor. Achei bacana. Veio pela Patrícia e divido com vcs leitores queridos. Feliz 2009 para todos.

“O grande barato da vida é olhar para trás e sentir orgulho.
É viver cada momento e construir a felicidade aqui e agora.
Claro que a vida prega peças. O bolo não cresce, o pneu fura, chove demais (Perdemos pessoas que amamos)…

Mas, pensa só: Tem graça viver sem rir de gargalhar, pelo menos uma vez ao dia? Tem sentido estragar o dia por causa de uma discussão na ida pro trabalho?
Eu quero viver bem… e você?

2008 foi um ano cheio. Foi cheio de coisas boas, mas também de problemas e desilusões, tristezas, perdas, reencontros. Normal…

Às vezes, se espera demais. A grana que não veio, o amigo que decepcionou, o amor que acabou. Normal …

2009 não vai ser diferente. Muda o século, o milênio muda, mas o homem é cheio de imperfeições, a natureza tem sua personalidade que nem sempre é a que a gente deseja, mas, e aí? Fazer o quê?
Acabar com o seu dia? Com seu bom humor? Com sua esperança?

O que eu desejo para todos nós é sabedoria. E que todos nós saibamos transformar tudo em uma boa experiência.

O nosso desejo não se realizou? Beleza… Não estava na hora, não deveria ser a melhor coisa para esse momento (me lembro sempre de uma frase que ouvi e adoro: “cuidado com seus desejos, eles podem se tornar realidade”.

Chorar de dor, de solidão, de tristeza faz parte do ser humano…
Mas, se a gente se entende e permite olhar o outro e o mundo com generosidade, as coisas ficam diferentes.

Desejo para todo mundo esse olhar especial!

2009 pode ser um ano especial, se nosso olhar for diferente.

Pode ser muito legal, se entendermos nossas fragilidades e egoísmos e dermos a volta nisso.
Somos fracos, mas podemos melhorar. Somos egoístas, mas podemos entender o outro.

2009 pode ser o bicho, o máximo, maravilhoso, lindo, especial!

Depende de mim… de você. Pode ser… e que seja!”

Lavradio…

… acabei não comentando, mas sábado passado fui à feira da Lavradio com minhas amigas. Na boooa, pq demorei tanto para ir lá?É ótima. Fiz umas compras sensacionais, tudo barato. Tem muitas coisas diferentes, variadas, fofas. Vale a pena.

Mas…

…. nem tudo nestas duas últimas semanas foi trabalho. Agitei bastante. Não posso mesmo reclamar dás últimas saídas. Aconteceu de um tudo. Mas de um tudo mesmo. rs. Muitas histórias, muitos encontros, muitas emoções. Muitas risadas, claro. Semana passada foi incrível. Encontrei com muitas amigas. Encontros memoráveis.

Fiz coisas impensadas, mas que não me causaram arrependimentos. Pelo contrário… To topando até entrar de cabeça naquelas furadas mega, só pra ver como consigo sair das situações, para viver sem pensar, correr riscos mesmo, sabe? Sei lá, andei pensando muito em 2008, nas coisas que aconteceram. Saí demais, só que, de longe, o que mais fiz em 2008 foi trabalhar. Não quero mesmo repetir este ciclo em 2009. Tenho 31 anos, sou solteira, tenho muitos amigos, moro só, tenho minha independência… ora bolas, preciso curtir mais a vida… Dar à vida mais emoção, mais possibilidades.

Sei que algumas amigas vão dizer que já acontece muita coisa na minha vida. É verdade, mas quero coisas novas, erros novos, pessoas novas. Tudo novo, sacou? Tenho muitos planos a realizar. Mas, sinceramente, foda-se. Quero jogar todos fora.  Me libertar e criar novos planos, novos sonhos, um novo roteiro para minha vida.

Quero me descartar de tudo o que não presta, que não me serve mais e aí incluo: homens, colegas de trabalho e até algumas amizades. Tudo tem seu tempo né. E, para algumas pessoas, o tempo delas ao meu lado já passou. Vida nova messssssmo !!!!

E vc, já fez o seu balçanço de 2008? Se arrependeu de muitas coisas? Eu tenho um único arrependimento: dei corda e suporte para uma pessoa que só me ferrou, que me levou ao pico de estresse.Minha saúde não merece isso. Aliás, cuidar mais de mim será a regra básica de 2009.

Entre as coisas novas a fazer está começar a correr. Sim, sei que parece completamente incompatível com o tipo de vida que tenho. Mas já escrevi aqui né, quero uma vida nova e, se tudo der certo, nesta minha vida nova eu terei bastante tempo para correr, malhar e, quem sabe, voltar a fazer acupuntura.

LIBERDADE é a palavra que pretendo ter em mente durante todos os 365 dias de 2009 !!! Isso não significa que minha vida será uma loucura (sei que muitas amigas vão pensar isso). Escrevo sobre liberdade no sentido amplo da palavra. Ter liberdade para mandar quem tá enchendo o meu saco ir tomar no cú (coisa que nunca fiz), ter liberdade para dizer para algumas pessoas que hj não estou a fim de encontrá-las. Liberdade para dormir até a hora que quiser mesmo, sempre. Liberdade para poder furar alguns encontros marcados. Caralho, nunca furo. Isso não é normal.

Preciso deixar de ser virginiana, entende? Tarefa difícil, eu sei, quase impossível. mas tenho de tentar…

Nunca é tarde…

Eu sou da teoria de que nunca é tarde para ….

…pedir desculpas a alguém
… dizer que ama uma pessoa
… fazer uma viagem inesquecível
… tomar chuva só para dar aquele último e caloroso beijo
… e, claro, desejar Feliz Natal

Tenho trabalhado muito. Fui escalada para chefiar o plantão de Natal e … só ralação. Quinta, saí do jornal às 2h45 da madruga. Ontem tb ralei bastante. Muito estresse,muito a fazer. Hoje estou de folga e, por isso, consegui parar pra atualizar um pouco o blog, ler e-mails, orkut,…. colocar a vida virtual em dia.

Já peço desculpas a algumas amigas pq hj será impossível mandar todas as fotos dos últimos dias. Mas, juro, desta semana não passa.

Seca zero

Não estou falando de bebida, mas de sexo mesmo. Acho que o Lula deveria lançar o Seca Zero, no mesmo molde do Fome Zero. No lugar de $$ ou comida, vibrador. É isso aí, o governo federal deveria distribuir estes brinquedinhos pra mulherada.

E não digo isso em benefício próprio. Ainda não aderi aos acessórios, não to precisada. Mas é foda conviver com mulher mau comida. Gentem, não dá, é muito rancor no coração. Lula precisa melhorar a vida delas e a nossa. Será bom para todos. Até os homens vão ficar mais felizes.

Vamos, engaje-se. Quero ver tomo mundo defendendo a campanha Seca zero rs.