Alergia

Meus olhos estão lacrimenjando muiiito hj. O motivo? Ontem fizemos umas modificações na casa da minha mãe, mudança de móveis de lugar entre outras e acabei metendo a mão em locais muito empoeirados. Foda. Hj estou arrasada. Acho que preciso de um remedinho, mas dá sono. Que dilema.

Anúncios

hahahaha

Pra começar a semana, que será maravilhosa com um feriadinho, publico uma piada bacana que recebi da minha amiga Guará.

“Se você ligasse pro seu namorado e ele atendesse assim:

*”Escuta aqui você! *
*Eu tô na casa de um amigão,*
*tô tomando um cervejão, *
*tô jogando um poquerzão*
*e não vô agora não!!” *

… O que você faria???

Falaria assim:

*Relaxa amor, *
*só liguei pra avisar que eu to na casa da vizinha, *
*tomando uma caipirinha,*
*tá rolando a maior festinha, *
*vou chegar de manhãzinha.*
*E a propósito, não vou dormir sozinha!!!!*”

Sobre o amor…

… hj recebi por email uma mensagem de Osho. Um trecho dizia “O amor de verdade é como uma flor de verdade.”  E concordo plenamente. Ou seja, o amor acaba, morre, se despetala. Tente não regá-lo e deixá-lo exposto ao sol para ver o que acontece?  E isso para qualquer amor, até o de mãe. Não dá pra imaginar que uma mãe que tenha sofrido o pão que o diabo amassou na mão de um filho, ainda alimente qualquer amor por ele.

Certa vez, a trabalho, fui ao enterro de um bandido tão escroto, mas tão filho da puta, que nem a mãe dele apareceu. Na verdade, só tinha jornalista mesmo por lá. Ali, percebi como o ser humano pode mesmo ser desprezível até mesmo por quem deveria amar sob qualquer condição: nossa mãe.

Logo, se você quer um amor duradouro, alimente-o. Dê água, comida, sombra e carinho.

HJ..

Estava eu lá, encostada no metrô, esperando as estações passarem, qdo vejo, em minha frente, uma graaaande amiga de faculdade. Na verdade, ela era meu super ego. Isso mesmo, to falando da Roberta. A moça agora trabalha no Centro e já almoçamos juntas. Muito bom reencontrar amigas de verdade e que nos querem bem. Uma bênção.

Programa para sábado

Se você quer curtir uma música bacana e ainda participar de um projeto social do bem, deve ir neste sábado, 29/05, às 18h, no Concerto Comunitário dos alunos do Projeto Nova Sinfonia, da Agência do Bem.

O projeto, que completa quatro anos de existência em agosto, atende atualmente cerca de 100 crianças e jovens de comunidades de Vargem Grande e Vargem Pequena. São ministradas aulas de violino, viola, violoncelo, flauta doce, flauta transversa, clarineta e canto coral, além de teoria musical para todas as turmas.

O evento deste sábado tem duração prevista de uma hora e vinte minutos. Todos os alunos estarão no palco do auditório da Agência do Bem, na Estrada Vereador Alceu de Carvalho, 31, em Vargem Grande. A entrada é gratuita.

Venha prestigiar e se emocionar com o talento dessa garotada.
Aproveite agora que eles ainda não são famosos…

Notícias:

São muitas as notícias bizarras e absurdas que circulam todos os dias por aí. Eis o comentário para algumas:

Pedófilo é preso em Vilar dos Teles acusado de abusar de enteada”

Que doença é esta???? Hj, no almoço, comentei sobre isso com uma amiga. O que leva uma pessoa a fazer uma maldade com uma criança??? É muita doença e falta de caráter, de bom senso, de humanidade.

Estudo revela que um terço dos detritos produzidos diariamente no estado do Rio é jogado em rios ou lixões”

Vergonha. Isso é tudo o que sinto por morar no estado do Rio, na cidade do Rio, e conviver com pessoas tão porcas. Custa colocar a bosta do lixo na lixeira??

UPP do Borel será inaugurada dia 7 de junho

OK OK ocupar as favelas é uma atitude bacana e que já deveria ter sido tomada há muito. No entanto, tem que avisar à bandidagem que tá subindo a porcaria do morro? Não entendo isso. Ou melhor, entendo, o que é pior e me faz ter vergonha dos meus governantes. Isso sem contar que todos os morros ocupados até agora são de um único comando, o Vermelho. Por que será????

“BP já começou tentativa de vedar o poço que vazou no Golfo do México”

E isso depois de mais de um mês de vazamento. Que merda de empresa, de governo, de tecnologia. Vergonha, again, por viver neste mundo capitalista e que faz tudo por $$$

“CDs vendidos no Centro de SP têm dados sigilosos de consumidores”

Alowwww, preciso comentar?? Não eram dados sigilosos? Medo de viver num país onde dados sigilosos são vendidos por qq trocado em qq esquina de uma grande cidade.

Por hoje é só. Não aguento mais ler jornais.


piadinha

pra descontrair, uma piadinha que recebi por email:

Neste Brasil imenso
Quando chega o verão,
não há um ser humano
Que não fique com tesão.
É uma terra danada,
Um paraíso perdido.
Onde todo mundo fode,
Onde todo mundo é fodido.

Fodem moscas e mosquitos,
Fodem aranha e escorpião,
Fodem pulgas e carrapatos,
Fodem empregadas com patrão.

Os brancos fodem os negros
Com grande desprendimento,
Os noivos fodem as noivas
Muito antes do casamento.

General fode Tenente,
Coronel fode Capitão.
E o presidente da República
Vive fodendo a nação.

Os freis fodem as freiras,
O padre fode o sacristão,
Até na igreja de crente
O pastor fode o irmão..

Todos fodem neste mundo
Num capricho derradeiro.
E o danado do Dentista
Fode a mulher do Padeiro.

Parece que a natureza
Vem a todos nos dizer,
Que vivemos neste mundo
Somente para foder.

E você, meu nobre amigo
Que agora está a se entreter,
Se não gostou da poesia
Levante e vá se foder!

Autor Desconhecido – Também pudera, se fosse conhecido, tava fodido!

Boa ideia para o dia dos namorados

Se você quer criar um clima mais romântico no próximo dia 12, vale a pena dar uma conferida no blog da Kátia (http://www.casosecoisasdabonfa.blogspot.com/). Ela ganhou umas luminárias montáveis em copos de vinho e desenvolveu um modelo próprio, com a marca do blog dela, e ainda prometeu divulgar um modelo romântico para nós, leitoras. Vale a pena conferir. Veja como são fofas:

Simplesmente Eu, Clarice Lispector


Ontem, finalmente, fui ao teatro com uma colega de trabalho assistir à peça ” Simplesmente Eu, Clarice Lispector”, que deu o Prêmio Shell 2009 de melhor atriz para Beth Goulart. De fato, ela está divina e interpreta Clarice com muito cuidado e sutileza. A peça é encantadora, fascinante e, para quem ama os textos da jornalista-escritora, um deleite. Em vários momentos dava vontade de completar as frases. Eu sabia várias,o que me encheu de orgulho. Saímos de lá com a cabeça a mil e fomos para um bar comer, beber e pensar. Estávamos precisando rs.

Além da atuação de Beth, que tem na delicadeza dos gestos a alma de Clarice, preciso registrar que o cenário é bem bolado e que o figurino é divino. Fiquei encantada. Quero TODOS aqueles vestidos e acessórios.

A temporada aqui no Rio termina hj. Portanto, se puder, corra. O ingresso custa R$ 40 e a peça está em cartaz no teatro do Sesi, aqui no Centro.

Outro filme…

… que vi esta semana, com um certo atraso, é verdade, foi Amor sem escalas, com George Clooney. Confesso que estava um pouco com o pé atrás, achando que seria mais uma baboseira sentimentalista, mas estava errada. O filme é bacana e o fato dele se dar mau no fim é justo, é real. Sem contar com as atuações perfeitas, fotografia. Vale a pena assistir. Agora, o filme da vez é Tudo Pode Dar Certo, do Woody Allen, que tá lá em casa. Só que to com um preguiça…

Você é insubstituível?

Recebi este texto do meu tio Carlos. Não sei a autoria, mas achei bem interessante:

Na sala de reunião de uma multinacional o diretor nervoso fala com sua equipe de gestores.
Agita as mãos, mostra gráficos e, olhando nos olhos de cada um ameaça: “ninguém é insubstituível” .
A frase parece ecoar nas paredes da sala de reunião em meio ao silêncio.
Os gestores se entreolham, alguns abaixam a cabeça.
Ninguém ousa falar nada.

De repente um braço se levanta e o diretor se prepara para triturar o atrevido:
– Alguma pergunta?
– Tenho sim.
-E Beethoven ?
– Como? – o encara o diretor confuso.
– O senhor disse que ninguém é insubstituível e quem substituiu Beethoven?
Silêncio…..

O funcionário fala então:
– Ouvi essa estória esses dias contada por um profissional que conheço e achei muito pertinente falar sobre isso.
Afinal as empresas falam em descobrir talentos, reter talentos, mas, no fundo continuam achando que os profissionais são peças dentro da organização e que, quando sai um, é só encontrar outro para por no lugar.

Quem substituiu Beethoven? Tom Jobim? Ayrton Senna? Ghandi? Frank Sinatra? Garrincha? Santos Dumont? Monteiro Lobato? Elvis Presley? Os Beatles? Jorge Amado? Pelé? Paul Newman? Tiger Woods? Albert Einstein? Picasso? Zico? etc…
Todos esses talentos marcaram a história fazendo o que gostam e o que sabem fazer bem, ou seja, fizeram seu talento brilhar. E, portanto, são sim insubstituíveis.
Cada ser humano tem sua contribuição a dar e seu talento direcionado para alguma coisa.

Está na hora dos líderes das organizações reverem seus conceitos e começarem a pensar em como desenvolver o talento da sua equipe focando no brilho de seus pontos fortes e não utilizando energia em reparar seus ‘erros/ deficiências’.

Ninguém lembra e nem quer saber se Beethoven era surdo , se Picasso era instável , Caymmi preguiçoso , Kennedy egocêntrico, Elvis paranóico …
O que queremos é sentir o prazer produzido pelas sinfonias, obras de arte, discursos memoráveis e melodias inesquecíveis, resultado de seus talentos.
Cabe aos líderes de sua organização mudar o olhar sobre a equipe e voltar seus esforços em descobrir os pontos fortes de cada membro. Fazer brilhar o talento de cada um em prol do sucesso de seu projeto.

Se seu gerente/coordenador , ainda está focado em ‘melhorar as fraquezas’ de sua equipe corre o risco de ser aquele tipo de líder/ técnico, que barraria Garrincha por ter as pernas tortas, Albert Einstein por ter notas baixas na escola, Beethoven por ser surdo. E na gestão dele o mundo teria perdido todos esses talentos.
Seguindo este raciocínio, caso pudessem mudar o curso natural, os rios seriam retos não haveria montanha, nem lagoas nem cavernas, nem homens nem mulheres, nem sexo, nem chefes nem subordinados . . . apenas peças.

Nunca me esqueço de quando o Zacarias dos Trapalhões ‘foi pra outras moradas’. Ao iniciar o programa seguinte, o Dedé entrou em cena e falou mais ou menos assim: “Estamos todos muito tristes com a ‘partida’ de nosso irmão Zacarias… e hoje, para substituí-lo, chamamos:… . Ninguém … pois nosso Zaca é insubstituível”
Portanto nunca esqueça: Você é um talento único… com toda certeza ninguém te substituirá!

“Sou um só, mas ainda assim sou um. Não posso fazer tudo…, mas posso fazer alguma coisa. Por não poder fazer tudo, não me recusarei a fazer o pouco que posso.”
“No mundo sempre existirão pessoas que vão te amar pelo que você é…, e outras…, que vão te odiar pelo mesmo motivo…, acostume-se a isso…, com muita paz de espírito. ..”.
É bom para refletir e se valorizar!

Ou Isto ou Aquilo

Ou se tem chuva e não se tem sol

ou se tem sol e não se tem chuva!

Ou se calça a luva e não se põe o anel,

ou se põe o anel e não se calça a luva!

Quem sobe nos ares não fica no chão,

quem fica no chão não fica nos ares.

É uma grande pena que não se possa

estar ao mesmo tempo nos dois lugares!

Ou guardo o dinheiro e não compro o doce,

ou compro o doce e gasto o dinheiro.

Ou isso ou aquilo: ou isso ou aquilo…

e vivo escolhendo o dia inteiro!

Não sei se brinco, não sei se estudo,

se saio correndo ou fico tranqüilo.

Mas não consegui saber ainda

qual é melhor: se isso ou aquilo!

Cecília Meireles – Ou Isto ou Aquilo

Alo Alo,


Cá estou, com um certo atraso, é verdade, mas voltei. O motivo do distanciamento com o blog é variado, mas vou culpar apenas uma bursite que insiste em me aperrear à noite e uma sinusite que me deu febre e muita dor na face… Enfim, coisas da vida e da idade.

Hoje vou falar um pouco sobre o filme que vi ontem “Mademoiselle Chambon”, dirigido por Stéphane Brizé. Na história, Jean (Vincent Lindon) é um bom rapaz, um bom filho, um bom pai e um bom marido. Em seu cotidiano tranquilo, entre família e trabalho, vai buscar o filho na escola e cruza o caminho de Mademoiselle Chambon (Sandrine Kiberlain), a instrutora de seus filhos. Já sacou né? Rola um mega tesão entre os dois e se desenvolve uma história de amor com poucas palavras, gestos e muitas músicas embaladas por um violino. O filme foi vencedor do prêmio de Melhor Roteiro Adaptado e indicado a Melhor Atriz (Sandrine Kiberlain) e Coadjuvante (Aure Atika) do César 2010, como se vê, não é pouca coisa não.

Pois bem, a única recomendação que faço é: não veja no último horário. Eu estava me amarrando na história, mas confesso que me deu um pouco de sono pq estava exausta do trabalho. Se puder, vá no fim de semana. Por que vc deve ver o filme? Porque é sempre bom pensar como conduzimos nossas vidas, o que fazemos com nossos sonhos, sentimentos, como nos entregamos aos outros e que tipo de compromisso e amarra isso implica. Há quem prefira viver num mundinho medíocre, numa vida mais ou menos, comum e sem arroubos. Há quem prefira seguir o coração e apostar todas as fichas num futuro, nem que seja para quebrar a cara.

Vale prestar atenção na atuação da esposa de Jean, a atriz Aure Atika, porque com um simples olhar ela conseguiu demonstrar muitos sentimentos. Incrível.

Programa para o dia 19/5, em SP

Se você mora em SP ou pode viajar pra lá nesta data, vá ao show do pianista Vitor Araújo. Sério, o cara manda muiiito bem. A primeira vez que o vi tocar foi em Olinda, em 2007, para uma reportagem que acabou virando capa do Caderno B, do JB. Fiquei impressionadíssima com o jovem talentoso e apaixonado pelo que faz. Nunca vi ninguém tocar num piano com tanto amor e criatividade. A apresentação dele ficou lotada, as pessoas aplaudiram muito, a Igreja se emocionou. Eu tive vontade de chorar umas três vezes. Portanto, não deixe passar a oportunidade.

O material que recebi sobre o show ressalta que Vitor fará um solo de rádio de pilha, trespassará a própria voz nas pedaleiras de guitarra, lerá textos dele mesmo e de Manuel Bandeira, Zé da Luz, Arnaldo Antunes e Ortinho, Aldir Blanc, Augusto dos Anjos. Isso só no primeiro ato. Na boa, vai ser lindo.

“Quero falar daquele sentimento que transforma o amor em ódio em menos de um segundo, que faz uma pessoa mover montanhas por outra, que faz gente que não tem perna jogar bola, gente que não tem dedo tocar piano, gente que não enxerga pintar, gente que não ouve compor”, explica o artista.

Sério, se puder, vá ao show “1º ato – Paixão e Fúria”, no dia 19/05, às 22h, no Tom Jazz – SP. É o tipo de apresentação que nos leva para outro lugar. Um lugar melhor, diga-se de passagem.

Mudança de planos…

… as coisas mudam tão rápido na minha vida que nem o blog consegue acompanhar. To com preguiça de escrever sobre algumas coisas, isso é sério, e, além da preguiça, também tenho respeito por algumas pessoas e não vou fazer da minha vida privada um circo. Apesar de ter sumido um pouco do blog, estou bem, estou pensativa e confiante de que o futuro é lindo e brilhante.

Se as coisas ainda não deram certo é porque ainda estamos longe do fim. Se a frase clichê é verdade, não sei, mas que é reconfortante… isso é. Vou acreditar nisso e me jogar na vida, curtir um dia após o outro e deixar planilhas de lado. Por que? Mais uma vez vou me apoiar num clichê: prefiro ser feliz a ter razão.

A roda gira….

… e gira muiiiiito. Prova disso, pelo menos para mim, foi o último fim de semana. Sabem onde passei a tarde do dia das mães? No cemitério. Chato, eu sei, mas poderia ter sido pior, bem pior, se a mãe no caixão fosse a minha. Não era, ainda bem, mas um amigo querido sofria por isso.

Não bastasse o climão, outra amiga querida, de muiiiiitos anos ( eue brincava de Barbie comigo e dancei nos 15 anos dela, presta atenção como isso tem tempo) precisou operar de urgência. O motivo? o ovário dela torceu. Como assim??? Esta também foi minha primeira pergunta. É bizarro, eu sei, mas acontece com algumas mulheres. A solução é cirurgia mesmo.

Queriam tirar os dois ovários da minha amiga, mas a médica particular dela não deixou, a transferiu de hospital e fez uma cirurgia para distorcer o ovário. Agora, ela tem de ficar 3 dias sem se movimentar para que o ovário não torça novamente. Horrível. E ela sofreu tanto que chegou a desmaiar de dor, precisou tomar morfina e mais uma dezena de remédios. Gente, nem consigo imaginar o quão sofrido foi o dia das mães para esta amiga e 30 anos e mãe de 2 meninos lindos. Hoje, se tudo der certo, vou visitá-la no hospital.

Diante de coisas assim não consigo deixar de lado alguns pensamentos, sobretudo os relacionados à importância que damos a algumas pequenas coisas na nossa vida. Sabe, gente que implica com aquela fofoquinha no trabalho, com o guardador de carro mal educado, com o vizinho maconheiro, com o carinha que não ligou no dia seguinte, com a “amiga” que foi escrota em determinada ocasião. Porra, foda-se tudo isso. A vida está ali, por um fio, e neguinho implicando com som alto? Mude de emprego, de casa, de amigos. Faça o que for para ser feliz pq a vida é isso aí, um fio. Vamos ser felizes, combinado?

Noivas

Outra coisa que tem me incomodado muito, neste caso visualmente, é a profusão de noivas ‘famosas’ em tudo que é portal. Gentem, uma galera mega brega vestindo os piores e mais cafonas vestidos do mundo. Senhor, nos poupe, please.

Procuradora…

…. uma notícia que me deixou perplexa foi a da tal procuradora-bruxa (ela tem a maior cara de doida) que espancou uma menina de dois anos, que ela mesmo tinha lutado pra adotar. Gentem maluca. Tem que ser presa, currada, apanhar muito e ficar com os olhos mais roxos que o da menina. Uma pessoa instruída, que atuou por anos, sempre em busca de justiça… pelo amor de Deus, muita crueldade em um ser humano só.

Muitas notícias…

….além dam inha vida estar bagunçada, parece que o mundo também né. Que crise doida esta na Grécia, até morte teve. Muito triste. E as eleições na Inglaterra? Complicado né. Mas nada mexeu tanto comigo quanto a troca e destroca de dois bebês em Goiás. Gentem, imagina a dor destas duas mulheres que tiveram de abrir mão de seus ‘filhos’ para receberem os biológicos? deve ser um mix de alegria e tristeza, de justiça e angústia. Se elas morassem mais perto, seria menos traumático. E as crianças? Caramba, anos de terapia para dar jeito nesta ruptura brusca.

O pior é imaginar quantas crianças devem ter pais trocados neste Brasil. Devem ser muitas. E as enfermeiras? Gentem, a classe deveria se pronunciar. Só malucas e desatentas fazem enfermagem? Claro que não, mas todas pagam o pato. Ops, falando de Pato, pq a tal Sthefahy Brito quer ganhar pensão? R$ 50 mil por mês por um ano. Alowww minha filha, acorda, você assinou um contrato, tem de cumprir. Não entrou com nada, tem de sair com nada. Vai trabalhar que tu é jovem.

Quando me separei pela primeira vez, depois de 8 anos de relacionamento, algumas mulheres, as mais idosas, claro, vieram me dizer que eu devia pedir pensão. Isso NUNCA passou pela minha cabeça. Se não tenho filho com o cara, vou querer o $$ dele pra que? Isso não entra na minha cabeça. Enfim, as pessoas são doidas e isso fica cada dia mais claro.

Como tudo na vida…

… por vezes, temos que dar um passo atrás para dar dois pra frente, como frisou bem minha amiga Karla no chope de ontem, pois bem, talvez eu esteja neste momento. Passo por algumas mudanças internas. Sou uma confusão em mim mesma. Muitos pensamentos, dúvidas, sentimentos. Algumas coisas foram decididas. Outras ainda não. Estou em um processo, por isso o sumiço, e por isso, publico algumas das frases que me inspiram neste momento:

“As asas da alma se chamam coragem. Coragem não é a ausência do medo. É lançar-se, a despeito do medo”…. (Rubem Alves)

“Cada um que passa em nossa vida, passa sozinho, pois cada pessoa é única e nenhuma substitui outra. Cada um que passa em nossa vida, passa sozinho, mas não vai só nem nos deixa sós. Leva um pouco de nós mesmos, deixa um pouco de si mesmo. Há os que levam muito, mas há os que não levam nada. Essa é a maior responsabilidade de nossa vida, e a prova de que duas almas não se encontram ao acaso.”
(Antoine de Saint-Exupéry)

Bruxas também amam !!!!

Foi fofo e divertido. O que? A estreia do kadu Santoro, ontem, no teatro Candido Mendes, como um Espelho na peça As bruxas Também Amam. É um musical infantil muito bem produzido e a criançada amou. Giovanna, que estava com medo, sentou na última fileira e eu ouvia de longe as gargalhadas dela. Aliás, ela e sua amiguinha Natália amaram a peça. Que bom né. Hoje tem mais. Quem quiser, deve aparecer às 17h.

Vou dar mais detalhes. Leia a sinopse da peça:

“Essa história de fadas às avessas se passa no tenebroso reino da bruxa Sarama. Sarama, que é a bruxa rainha, e seu espelho mágico fazem de tudo para que Liliane, sua prima, passe na prova da Ordem das Bruxas e siga as tradições de maldades de sua família bruxial. Mas Liliane tem outros planos para o seu futuro e a confusão aumenta com a chegada do príncipe Fernando (e seu criado Bóris) que, após vencer os desafios daquele castelo, deseja se casar com Liliane. Então Sarama começa a usar de muitas artimanhas para impedir esse casamento e, em meio a todas essas peripécias, algo inusitado acontece mudando e subvertendo os rumos da trama.”

Elenco:

Kadu Santoro / Espelho

Ana Paula Rodrigues / Bruxa Sarama

Wesley May / Príncipe Fernando

Fred Demarca / Bóris

Raquel Poti / Princesa Liliane

 Serviço: Teatro Cândido Mendes (133 lugares). Rua Joana Angélica, 63, Ipanema. 2267-7295. Sábado e Domingo, 17h. R$ 20. Bilheteria a partir das 14h. Até 18 de julho.

Outras informações no blog: http://ciamuitofranca.blogspot.com/