Sobre a vida e suas portas

Mais uma vez a coluna da Eliane Brum, na Época, está perfeita. Ela fala sobre a necessidade de nos perdermos um pouco de nós mesmos para descobrirmos novas possibilidades, novos eus. O processo é lento, doloroso, mas necessário. Entre os muitos assuntos abordados, ela comenta que, para redescobrir-se, é preciso fechar algumas portas. Um mal necessário, por assim dizer. Saca este trecho:

“Descobri também que deveria fechar algumas portas – e não mais abri-las. Passei boa parte dos últimos anos abrindo portas e experimentando o que havia do outro lado. Isso me levou a experiências ricas e me ajudou a construir o momento em que pude começar a fechar portas. Descobri então que tão importante quanto abrir é ter a coragem de fechar. E fechar é muito mais difícil. Quando quase tudo está em aberto, é preciso ser muito seletivo com relação às portas. O que eu quero, o que eu não quero. O que é importante, o que não é importante. O que é bom para mim, o que não é. As pessoas com quem vale a pena compartilhar projetos, as que não quero manter perto de mim. O que me leva a algum lugar novo ou a alguma forma nova de ver o mesmo lugar, o que me traz de volta ao mesmo ponto.” …. “Fechar portas é também virar as costas para quem exige que sejamos sempre os mesmos para sua própria comodidade.”

Sim. fechar portas é muito mais difícil. Dizer não aos outros e a si próprio é um desafio, uma luta. Há alguns anos comecei nesta caminhada e, sinceramente, não saberia dar uma data para explicitar quando acredito que fecharei este ciclo. Assim como Eliane, estou em rotineira e contínua mudança e busca. Busca por mim, pela minha felicidade, pelos inúmeros eus escondidos em minhas entranhas.  Fechei algumas portas e até mesmo joguei suas chaves fora. Nestas, não entro nunca mais, apesar de saber que não devemos nos comprometer com o nunca mais. Foi doloroso, está sendo, mas ok. tudo na vida tem um custo e prefiro estes a pagar com a própria vida e felicidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s